Varazim Teatro a sua Companhia Certa

Saltar para o conteúdo principal da página
Festival É-Aqui-In-Ócio
Nesta imagem de palco, estão cinco pessoas. Ao centro três atrizes e um ator em cada uma das extremidades. Juntos formam um semi-círculo estando sentados com as mãos estendidas para o centro do cenário. Vestem roupas antigas. O ator do lado esquerdo tem vestido uma camisa axadrezada cinzenta e branca e umas calças pretas dobradas após a linha do joelho. O ator do lado direito veste uma camisa axadrezada vermelha e branca e umas calças pretas. Ambos estão descalços e têm uma boina. As atrizes vestem uma blusa branca, um xaile preto nas costas e uma saia comprida preta. Também estão descalças. A atriz do centro veste uma blusa branca, um xaile preto na cabeça e uma saia comprida preta. Nesta imagem de palco estão três atrizes. A da direita, tem o cabelo preso num puxo baixo e tem algumas mechas de cabelo de fora. Veste uma blusa branca, uma saia bege e tem um xaile com padrão nos ombros. Olha para as mãos que estão voltadas para si. A atriz do meio olha para trás de si. Tem um xaile amarelo na cabeça, uma blusa branca e uma saia bege. A terceira e última atriz, tem o cabelo amarrado e algumas mechas de cabelo de fora. Veste uma blusa branca, uma saia bege e tem um xaile cruzado no peito. O fundo do cenário tem uma luz cor de rosa salmão. Nesta imagem, três atrizes ocupam o centro do palco sob uma luz roxa no lado direito e rosa no lado esquerdo. As três atrizes vestem uma blusa branca, uma saia comprida atrás e curta à frente em roxo e com um triângulo em rosa. Estão todas descalças e seguram no alto um leque cor de rosa. Nesta imagem estão um ator e uma atriz. O ator, que está de pé, veste-se de frade com uma vestimenta castanha com carapuço e que vai até aos pés. Tem as mãos juntas à sua frente e olha para a atriz ajoelhada à sua frente e à sua direita, que veste uma blusa branca, uma saia comprida e um xaile preto na cabeça. O braço direito segura a barriga e o esquerdo está junto do peito. Nesta imagem estão seis pessoas, os atores, as atrizes e entre eles um jovem que se veste todo de preto. De frente para o público e de mãos dadas, fazem o seu agradecimento final. No fundo do cenário, à direita, vê-se parte da vela de um barco.

Veias de Sal numa Terra com Lágrimas de Mar [Estreia]

Sexta e Sábado, 23 e 24 de Setembro | 21h30 | Cine-Teatro Garrett, Póvoa de Varzim
Domingo, 25 de Setembro | 17h | Cine-Teatro Garrett, Póvoa de Varzim *

*Sessão com Audiodescrição

pela Companhia Certa [Póvoa de Varzim - PT]

dur. aprox. 60m Classificação: M/12

Sinopse:

No ano em que a Varazim Teatro completa 25 anos de existência, a sua Companhia Certa estreia o espetáculo “Veias de Sal numa Terra com Lágrimas de Mar”,a sua 12ª produção. Um espetáculo que visa celebrar e dar relevo à relação com o território onde ao longo dos seus 25 anos a Varazim Teatro tem vindo a desenvolver a sua actividade. Um espetáculo para as gentes da Póvoa e para todas as gentes do mar. Um espetáculo para quem gosta de sentir e recordar, mas também para quem gosta de fantasia e sonho.

"Veias de Sal numa Terra com Lágrimas de Mar", não será uma recriação etnográfica.

A proposta é a de que seja uma criação antropofagicamente evocativa da identidade poveira e da sua história, identificando e recolhendo no próprio território a matéria para a criação artística, porque deve ser também papel da Arte firmar ancoradouros, como pedras que resistem ao tempo, da identidade dos territórios..
Partindo de uma pesquisa, e aprofundamento do conhecimento, sobre a identidade desta comunidade que tem com o mar uma relação de simbiose, pretende-se desenvolver todo um processo de aquisição, para depois macerar toda essa absorção e fazer nascer algo de novo, mantendo a mesma identidade. Começámos por identificar os elementos distintivos do ser poveiro, e também as suas características universais, para os transformar em Arte, com uma linguagem contemporânea, e depois os devolvermos à comunidade em forma de oferenda. Como espelho do essencial que há em si e nos seus, e que integra também elementos comuns da portugalidade e da sua relação costeira com o mundo.
Recorrendo a uma linguagem artística assente na comunicação visual, reduzindo o recurso à narrativa oral, cria-se uma imagética de onde nascerá a dialética entre o objecto artístico contemporâneo e a memória coletiva das gentes do mar.
Percorrendo alguns momentos marcantes da história da Póvoa de Varzim, evocando algumas características do seu quotidiano e sem a necessidade de uma sequência cronologicamente linear, pretende-se proporcionar uma viagem, sensorial e emotiva, pelas memórias coletivas do ser poveiro e do ser poveira. Dando relevo à importância do pilar Mulher, “Veias de Sal numa Terra com Lágrimas de Mar”, é um mergulho poético na alma e no corpo da cidade. Colocando o foco na Poveira - pescadeira, tricana, matriarca, mulher, em cada um desses momentos e, na construção desta singular identidade colectiva, pretende-se aportar um diferente olhar para cada uma dessas memórias.

Ficha artística e técnica:

Encenação: Eduardo Faria
Direção de Movimento: Pedro Carvalho
Pesquisa e Dramaturgia: Joana Soares
Interpretação: Alexandra Moreira, Ana Lídia Pereira, Leonor Godinho, Miguel de Riba, Miguel Magalhães
Composição: Rafael Maia
Desenho de Luz: Eduardo Faria e José Raposo
Direção de Produção: Joana de Sousa

Sobre a Companhia Certa:

A Companhia Certa é um braço da Varazim Teatro, Associação Cultural com trabalho em torno da cultura teatral desde 1997, sediada na Póvoa de Varzim. A Varazim Teatro é a entidade responsável pela programação da Temporada Teatral na Póvoa de Varzim desde 1998 (com apoio da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim) e pelo É-Aqui-in-Ócio – Festival Internacional de Teatro que acontece, desde 2007, pelo início do Outono na mesma cidade.

Nascida em 1997 a partir de trabalho Associativo, a Associação foi crescendo e realizou em 2006 o seu primeiro espetáculo de carácter profissional. Desde essa data tem desenvolvido atividade profissional continuada.

Sendo uma Associação com múltiplos eixos de atuação, deu-se a necessidade de criar, no seio da Varazim Teatro, uma nova marca Cultural: A Companhia Certa.

Todo o percurso que culmina com a criação da Companhia Certa levou à sedimentação de uma identidade própria, reconhecida pelo público local e pelos seus pares. Esta identidade assenta na criação de espetáculos de recursos técnicos minimalistas com temáticas de grande intervenção social e pesquisa de novas formas de relação do espetáculo com o público.
Assim e desde Abril de 2018 a Varazim Teatro também é a Companhia Certa.




Não consegue visualizar o vídeo? Por favor clique aqui.



#VarazimTeatro | #CompanhiaCerta | #Teatro | #PóvoaDeVarzim | #Cultura | #ACulturaÉSegura | #TemporadaTeatral | #eaquiinocio




Outros espetáculos deste Festival


Bilheteira:

• Cine-Teatro Garrett • CTT • FNAC • Worten Online em: www.bol.pt

Passe geral: €70 [12 espetáculos]

Passe geral com desconto: €50

Passe geral para Sócios, portadores do Cartão de Amigo da Varazim e Associados da Acapo: €35 (Bilhete Pessoal contra apresentação de cartão Associado em todas as sessões)

Inteiro: €7

Com desconto para estudantes, reformados ou aposentados, menores de 30 anos e maiores de 65, desempregados, pessoas com incapacidade ou deficiência e surdos, grupos de 8 pessoas ou mais, famílias numerosas (5 pessoas ou mais): €5 cada

Sócios e portadores do Cartão de Amigo da Varazim: €3,50

Associados da Acapo: €3,50

Apoios do Festival É-Aqui-In-Ócio