Sou minha própria Paisagem

imagem

Sinopse:

Escritor universal, Fernando Pessoa legou-nos das mais relevantes obras de literatura.

A genialidade de Pessoa apresenta-o como um herói que parece teatralizar a vida, rodeado de várias outras personagens que parecem de si ganhar vida. Através dos heterónimos, que compõem uma lista extensa, Fernando Pessoa conduziu uma profunda reflexão sobre a relação entre verdade, existência e identidade.

Uma obra que coube numa vida, mas que passa largamente o que, de facto, essa vida poderá ter contido.

Num espaço indefinido, 4 mulheres, atrizes, desfiam o seu conhecimento sobre cada um dos heterónimos em Pessoa, confrontando o próprio Fernando com a dimensão da realidade por ele criada.

Ficha técnica:

A partir de originais de Fernando Pessoa

Dramaturgia e adaptação: Companhia Certa da Varazim Teatro

Música original: Miguel Boucinha

Encenação: Eduardo Faria

Interpretação: Ana Lídia Pereira, Ana Pessoa, Joana Luna, Joana Soares e Eduardo Faria

Duração: 75 minutos aproximadamente


Registe-se





Li e concordo com a política de privacidade